segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

PRESIDENTE DA CODEMIG SE PREOCUPOU MAIS COM O CAFÉ E PÃO DE QUEIJO DO QUE COM A IMPORTÂNCIA DO ASSUNTO... NA VERDADE DESPREZOU O POVO CAXAMBUENSE.


No meu modesto entendimento, especialmente por não ser um expert em marketing, acredito que sob o ponto de vista, da divulgação do nome de Caxambu, podemos considerar que tenha sido uma boa reportagem e, por isso devemos agradecer a Fernando Gabeira.

Contudo, no que tange ao posicionamento da CODEMIG, podemos considerar como péssima.

Eu, particularmente, desde o início desde processo me posicionei contrário a aceitar o que estava nos sendo imposto de cima para baixo.

Sempre tive a certeza que a CODEMIG estava nos engabelando.

Já sabia que a CODEMIG NÃO HONRARIA COM OS COMPROMISSOS QUE PSEUDAMENTE ESTAVA ASSUMINDO COM O POVO CAXAMBUENSE.

Este Presidente é um “CARA DE PAU”, um verdadeiro “MOLEQUE”.

Em reunião realizada com o Prefeito Municipal – Diogo Curi e com o Presidente da Câmara Municipal de Caxambu – vereador Mário Alves, ele nos afirmou categoricamente que iria realizar investimentos para revitalização de todo o Parque das Águas, inclusive, dando ênfase a questão do desassoreamento do lago.

Porem, agora no final da entrevista, salvo melhor juízo, deixa claro que NÃO O FARÁ.

A bem da verdade o presidente da CODEMIG - "o cabeça de bacalhau" - estava mais preocupado em degustar o café com pão de queijo, demonstrando um desprezo total pelo povo caxambuense e, porque não dizer, pela Globo News, bem como, pelo próprio repórter Fernando Gabeira.

Portanto, na verdade o que precisamos faze é algo mais efusivo, mais dinâmico, mais agressivo.

Gostaria de me reunir com o Senhor Prefeito, seu secretariado e, Assessor Jurídico, bem como com as ONGs, para traçarmos em conjunto uma ação que faça com que o desastroso governador do Estado de Minas escute o povo caxambuense neste sentido.

Se for preciso precisamos partir para a guerra.

Como diz a música “VAMOS INVADIR AQUELA PRAIA (Parque das Águas), pagamos os devidos bilhetes para ingressar, acampamos e, nos acorrentarmos na grade de entrada do balneário, somente saindo de lá se abrirem uma negociação, mesmo se for preciso enfrentar a polícia.

UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO.

Com a palavra todos os lideres lideres da comunidade.

QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER...

AGORA DEVEMOS IR PARA O TUDO OU NADA.

Postagens Recentes

500 DIAS DE TRABALHO E DEDICAÇÃO EXCLUSIVA POR CAXAMBU - RELAÇÃO DE LEIS - REQUERIMENTOS - INDICAÇÕES - MOÇÕES DE AUTORIA DO VEREADOR MÁRIO ALVES

RESUMO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO VEREADOR MÁRIO ALVES EM SEUS 500 DIAS DE MANDATO 28 Projetos de Leis d...